A aranha muito ocupada


Uma manhã bem cedo o vento soprou uma aranhapara o outro lado do campo.
Um fino e sedoso fio de seda deixava um rasto atrás dela. Então, a aranha aterrou numa cerca perto de uma quinta...... e começou a tecer uma teia com o seu fio sedoso.

O colorido das ilustrações, a variedade das formas representadaspelas colagens e a expressividade das personagens são traçosinconfundíveis do estilo de Eric Carle.

O texto, por sua vez, expressamente concebido para acompanhar as imagens, segue a estrutura encadeada do desenho, que vai guiando o leitor ao longo da história através do fio de seda propositadamente posto em relevo no livro e com o qual a aranha vai começando a tecer a sua teia.

No decorrer deste processo, vão aparecendo alguns animais daquinta que tentam captar a sua atenção. Porém, a aranha estáde tal forma focada e ocupada com o seu trabalho que os ignorapor completo. Quando por fim termina a sua teia, adormece e é então que se pode apreciar não só a sua obra de arte, como também a utilidade da mesma.

Uma história emocionante e divertida - também disponível em edição cartonada - que, pelo seu didatismo, é especialmente recomendada para pré-leitores.

15,00 €